Quando a Azia e a Indigestão decidem fazer uma visita!

1. Como se caracteriza/define a azia e a indigestão?

A azia ocorre quando o esfíncter inferior do esófago não está a funcionar corretamente, fazendo com que uma pequena quantidade de ácido do estômago flua para trás e agrida o revestimento do esófago, o canal que transporta os alimentos da boca para o estômago. Ao contrário do estômago, o esófago não tem uma proteção natural contra o ácido dos conteúdos estomacais. Disso resulta uma sensação de ardor no esófago, causando também desconforto e dor no peito, garganta e estômago, tosse e regurgitação de ácido sintomas que podem durar de alguns minutos até a algumas horas.

A indigestão (dispepsia) é um vago sentimento de desconforto no abdómen superior ou no estômago durante ou depois de comer. Isso pode incluir a sensação de ardor, calor ou dor na área entre o umbigo e a parte inferior do esterno e/ou um sentimento de plenitude (sensação de se estar cheio) que é desconfortável e ocorre pouco depois de se começar a comer ou quando se terminou a refeição. O inchaço ou as náuseas são sintomas menos comuns.

2. Quais as suas principais causas?

A azia e indigestão têm causas semelhantes:

  • Comer de forma rápida ou irregular, que facilita a subida de ácido para o esófago
  • Ingestão de: – Alimentos gordurosos que tendem a ficar mais tempo no estômago- Chocolate e hortelã que podem fazer com que o ácido suba- Alimentos picantes- Produtos com tomate ou cebola
  • Tomar: Bebidas com cafeína e álcool (que tendem a aumentar a acidez do estômago); Bebidas muito quentes; Sumos de citrinos
  • Stress
  • Alguns medicamentos, como por exemplo, para problemas de coração, asma e hipertensão, que podem contribuir para que o estômago produza mais ácido;
  • Excesso de peso
  • Uso de roupas apertadas, que podem colocar pressão sobre o estômago
  • Tabaco, que pode estimular a produção de ácido e causar relaxamento do esfíncter (anel do músculo).

3. As duas situações surgem sempre juntas? Ou seja, quando existe azia, existe indigestão e vice-versa?

As duas situações não surgem sempre juntas embora muitas pessoas sofram ao mesmo tempo de azia e indigestão.

4. Que cuidados devem ser tidos em conta para evitar a azia?

Para evitar a azia e reduzir as suas causas devem ser feitas algumas mudanças no estilo de vida e dieta. É aconselhável:

  • Controlo do peso;
  • Fazer refeições pequenas e com maior frequência durante o dia;
  • Comer com tempo, não muito tarde, e mastigar os alimentos devagar;
  • Evitar comida picante, ácida e gordurosa;
  • Quando se está a comer, sentar direito;
  • Usar roupa mais larga e alargar os cintos que estão apertados;
  • Se há tendência a ter sintomas noturnos, dormir ligeiramente mais levantado com a ajuda de algumas almofadas;
  • Cortar no álcool, na cafeína e nos refrigerantes.Se algum dos sintomas for severo ou prolongado, deverá ser consultado o médico ou farmacêutico.

5. Com frequência os antiácidos são uma ajuda para controlar os sintomas da azia e da indigestão. São uma opção segura?

Os antiácidos são uma ajuda para controlar os sintomas da azia e indigestão através da formação de uma barreira de proteção no topo do estômago, que ajuda a manter os conteúdos do estômago no estômago, onde pertencem, e não no esófago, onde são prejudiciais. São uma opção segura e indicada para o tratamento desses sintomas e devem ser tomados após as refeições e ao deitar.